Deixe um comentário

Conheça a MMP – Microinfusão de Medicamentos na Pele

mmp-microinfusao-de-medicamentos-na-pele-20092016104318

Já ouviu falar na técnica MMP? Para quem ainda não sabe do que se trata, MMP são as siglas de um novo tratamento que está super em alta no mercado dermatológico, a Microinfusão de Medicamentos na Pele.

Segundo nossa dermatologista, Dra. Fabiana Gerbi, “o mais interessante do tratamento é que ao mesmo tempo que ele faz o agulhamento, já é colocada a substância na pele, amenizando os efeitos colaterais e potencializando os resultados, pois a MMP permite que o profissional adicione o medicamento exatamente onde se deseja que ele atue”.

As principais indicações, segundo a dermatologista são: alguns tipos de queda de cabelo, cicatrizes, estrias, rejuvenescimento, sardas brancas (leucodermia gutata), e também para algumas verrugas.

“Quando estamos realizando o procedimento, colocamos uma mescla de substâncias indicadas para cada situação. Por exemplo, para queda de cabelo costumam-se utilizar alguns fatores de crescimento, medicações próprias para tratar o problema. Já para rejuvenescimento, pode-se utilizar vitamina C ou ácido hialurônico”.

Normalmente, são necessárias de 2 a 3 sessões, com intervalos mensais. E o efeito depende de caso a caso, mas geralmente é notado entre 2 e 3 semanas.

Para Fabiana, é fundamental ter a avaliação do médico dermatologista para saber qual a indicação correta a MMP, já que existem outros procedimentos também feitos com agulha, como o microagulhamento e alguns lasers.

Anúncios


Deixe um comentário

Tratamentos para combater a gordura localizada!

11745908_439788826194097_4802772935770066292_nA lipodistrofia ou gordura localizada é o acúmulo de tecido adiposo em algumas áreas específicas do corpo.

Por isso, eliminar as gordurinhas que teimam em se espalhar pela barriga, quadris, pernas e outras regiões do corpo não é tarefa fácil. O tratamento ideal para gordura localizada, segundo nossa dermato, Dra. Fabi Gerbi, é um acompanhamento multiprofissional dos pacientes, com médicos, preparadores físicos e nutricionistas.

“Tratamentos como radiofrequência, luz infravermelha, ultrassom cavitacional ou não cavitacional, infusão de substâncias na gordura e outros procedimentos não invasivos, ganharam popularidade por sua segurança relativa e efeito cosmético na melhora do contorno corporal”.

“Outras opções permitem utilizar o frio e o calor para combater a gordura localizada, tais como: laserlipólise, uma espécie de lipoaspiração feita com laser; e criolipólise, que elimina células lipídicas através do congelamento”.

O ideal portanto é avaliar cada indivíduo de forma personalizada.


Deixe um comentário

Cuidado: quem anda estressado tem o dobro de chances de ter infarto!

irritac3a7c3a3o-copySim, para quem ainda duvidava, pode acreditar: nervosismo não faz bem ao coração. Um estudo internacional com 12 mil voluntários concluiu: as pessoas que passam por situações de muita irritação têm o dobro do risco de ter um infarto na hora seguinte.

Os médicos explicam que a emoção negativa produz uma quantidade maior de hormônios como adrenalina, noradrenalina e epinefrina, que aumentam a possibilidade de rompimento de uma placa de gordura. A consequência pode ser o entupimento da artéria do coração e o infarto.

Para alívio do estresse, adivinha? Exercício físico! Ele libera hormônios que fazem bem à saúde. Por isso, o ideal é evitar o estresse agudo e manter uma rotina de exercícios moderados. Combinado?!

Fonte: Bom Dia Brasil


Deixe um comentário

Estrias? Radiofrequência nelas!

Já ouviu falar em radiofrequência? O método usa o aquecimento da pele para estimular o colágeno e aumentar o metabolismo celular. Além da indicação para combater estrias, ele melhora a flacidez, reduz rugas, celulite e trata cicatrizes e acnes.

A técnica não é invasiva e causa efeitos apenas na área de tratamento. O objetivo de cada sessão é elevar a temperatura da pele e do tecido subcutâneo.

Mas, como ele atua? O calor profundo, proporcionado pela radiofrequência, atua na célula de gordura melhorando seu metabolismo, aumentando a oferta e a difusão de nutrientes, diminuindo o estoque de energia e contribuindo para a redução de seu volume.

O aparelho de radiofrequência aquece o tecido através de ondas eletromagnéticas, que geram a contração imediata do colágeno e remodelação da fibra de colágeno e elastina já existentes. Após o tratamento, observa-se o estímulo para produção de novo colágeno.

13516695_561842737322038_3232955917260714794_n