Dermatite de contato: como tratar?

Deixe um comentário

coceiraA dermatite de contato é uma inflamação da pele causada pelo contato direto com algumas substâncias irritantes ou alérgicas.

A dermatite irritante é um tipo de dermatite de contato, neste caso, a inflamação é provocada pelo contato com ácidos, materiais alcalinos (sabonetes ou detergentes), solventes ou qualquer outra substância química. A reação causada geralmente parece com uma queimadura.

Outro tipo de dermatite é a de contato alérgico. Ela é provocada pela exposição a uma substância ou material a que a pessoa é muito sensível ou alérgica. Geralmente, a reação alérgica não é imediata, pois os sintomas podem surgir de 24 a 48 horas após a exposição. A irritação pode variar de vermelhidão e irritação leve na pele, até mesmo a feridas abertas, dependendo da parte do corpo afetada e da sua sensibilidade.

Existe também a dermatite por tratamento excessivo, que ocorre quando um tratamento para doenças de pele provoca irritações ou lesões.

Veja alguns alérgenos que estão associados à dermatite de contato:

  • Hera venenosa, carvalho venenoso, sumagre venenoso ou outras plantas;
  • Níquel ou outros metais;
  • Antibióticos tópicos (principalmente os aplicados na superfície da pele);
  • Anestésicos tópicos ou outros medicamentos;
  • Borracha ou látex;
  • Cosméticos;
  • Roupas e tecidos;
  • Detergentes e solventes;
  • Adesivos;
  • Odores e perfumes;
  • Outras substâncias ou materiais químicos.

Além de provocar reações a alguma substância que você foi exposto recentemente, a dermatite de contato também pode provocar alterações na pele pelo uso frequente desta substância. Mesmo não havendo uma reação inicial, o uso de solventes ou removedores de esmalte, por exemplo, pode, com o tempo, causar alterações na pele e sensibilidade ao produto.

No entanto, alguns produtos podem ser alérgicos somente quando entram em contato com a pele e a exposição solar (fotosensibilidade), como loções de barbear, protetores solares, perfumes, entre outros.

Para identificar a dermatite de contato, o dermatologista analisa a aparência da pele e o histórico de exposição ao que provocou a alergia. Para uma avaliação mais detalhada, o médico pode pedir também o teste de contato, muito usado em pacientes que tem uma dermatite crônica e recorrente. Outros testes também podem ser realizados, como a biópsia de lesão ou a cultura de lesão da pele.

É muito importante consultar um dermatologista que tenha experiência nestes exames para que os resultados possam ser interpretados com segurança! E você, sofre de alguma dermatite? Conte para nós!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s